Um pouco de nós...

Minha foto
Terra do Nunca, Brazil
Mas por quê 'namoridos'? Talvez essa definição dê ao nosso relacionamento a leveza de borboletas, a felicidade de um sorriso. Somos 'namoridos' jovens, que está em plena efervecência das (re)descobertas do amor, do prazer, e da cumplicidade. É nessa triangulação entre amor-prazer-cumplicidade que o swing se desvela para nós como possibilidade de encontro: conosco e com os outros.

sábado, 19 de março de 2011

E com vocês o bom e velho sexo AnaL!

Oi, personas queridas!

     Tardezinha do sabadão de my God. Acho que o marasmo está tomando mesmo conta... Bom, antes que isso aconteça, deu uma vontade de postar no Blog... Mas, o quê?
     Acho que um bom banho deva ser mesmo o começo de boas coisas, e da inspiração. Me preparando pra o banhinho, pego aquele meu "amigo" que vocês já conhecem... rsrs! Acho que a brincadeirinha pode ser mesmo o máximo. E, é claro, minhas expectativas são atendidas.
     Nosso banho foi uma delícia. Começo beijando, chupando (ele merece, gente) e é hora de começar seus afazeres. Aproveito pra matar as saudades de uma coisa que eu adoro, embora já tenha tido minhas ressalvas, que é o sexo anal. Fica aí por conta da imaginação dos amigos leitores o que eu aprontei com meu "amigo". No banho mesmo fui colocando ele no meu cuzinho, primeiro só a cabecinha, depois com a água deliciosa no meu corpo, metendo mais, e mais e mais... Sensação deliciosa,  e tudo ao som de Simply Red (amoamoamo):

"That I.../ Wanna fall from de stars/ Straight into your arms/ I... I feel you/ I hope you comprehend..."
  
     E já que a idéia era ter inspiração pra postar, queridinh@s, sentir meu vibrador me penetrando no bom e velho sexo anal foi a máxima pra o texto que vem a seguir...

     Então...


Acho que ainda muitas pessoas consideram a prática do anal como algo inapropriado, feio, sujo e que deve estar fora do cardápio do casal na hora do prazer... Isso ocorre, dentre outras questões de ordem pessoal, pelos tabus impostos por uma sociedade regida prioritariamente por preceitos religiosos morais, onde o sexo deve ter fins estritamente de procriação. Isso gera, é claro, muitas 'nóias' e nós meninas somos quem mais sofremos com isso...

Bom deixando um pouco as questões filosóficas e culturais de lado (se deixar a feminista aqui escreve 1.000.000 de caracteres! kkk), nos voltemos ao anal.

     O sexo anal deve ser feito sim, levando-se em consideração prioritariamente a vontade de quem o recebe! Afinal, o cu é meu e eu dou a quem eu quiser, não é mesmo? Então, nada de ser uma coisa ávida: paciência por parte dos parceiros é fundamental... No meu caso, mais que paciência, coloco uma boa dose de confiança e intimidade também... Acho que por isso só tenha feito (e muuuuito!!! rsrs :D) com o Eduardo. Mas isso depende de cada caso, e mesmo parecendo clichê, afirmo: bom mesmo é ouvir o coração, moças (e moços que queiram, né?).

     Vai doer? Talvez. Pouco ou muito, acredito que depende do grau de excitação de cada um... E sentir aquela dorzinha de vez em quando não é nada mal! rsrs :D Quem não tem seu lado masoquista??? kkk Adooooro! 

     Quanto a experimentar a DP (dupla penetração) no swing ou menage, AINDA não fiz, mas devo confessar que estou doidinhaaaaaaaaaaaa!  Por enquanto, meu "amiguinho" e o Edu vão dando conta - bom que é mais um recurso pra eu ir treinando... srs 

 Se permitam, ousem, experimentem!

     Pra dar o exemplo, e quebrar um pouco o tabu, segue uma sequência de fotitas minhas com o Edu. Tem um tempinho já, e desculpem a qualidade, é que foi tirada pelo celular... rs ;) Espero que se inspirem...






P.S. 1. Com camisinha, tá? Eu e Edu dessa vez pisamos um pouco na bola... rsrs Sorry!
P.S. 2. A Lua tá muuuuito linda hoje!

Besitos, da Moly!

Um comentário: