Um pouco de nós...

Minha foto
Terra do Nunca, Brazil
Mas por quê 'namoridos'? Talvez essa definição dê ao nosso relacionamento a leveza de borboletas, a felicidade de um sorriso. Somos 'namoridos' jovens, que está em plena efervecência das (re)descobertas do amor, do prazer, e da cumplicidade. É nessa triangulação entre amor-prazer-cumplicidade que o swing se desvela para nós como possibilidade de encontro: conosco e com os outros.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Uma tardes daquelas...

Checo emails, resolvo pendências, pesquiso sobre questões concernentes ao meu trabalho. É carnaval, eu sei, mas meus projetos estão a todo vapor. Deitado ao meu lado, o Edu assiste TV.
Sem palavras, inclina  a cabeça e beija minha coxa; é um bom sinal que ele quer (me)se satisfazer, e que a tarde promeete! Afasta do notebook e me deita na cama. Como uma garota indefesa, sigo ordens. Tira o óculos (adoro quando ele faz isso, é como se o cara sério e responsável desse lugar ao amante safado!) e abre minhas pernas.
Respiro fundo, sei que irei enlouquecer de tesão.
Ele, como quem não quer nada, começa beijando meu pezinho. E vai subindo, subindo...
Estou explodindo de desejo quando o Edu chega a minha coxa; beija, morde, lambe, assopra. Está tão concentrado o meu bebê... rsrs ;) Nesse ritmo, ora devagar ora intenso, chega a minha virilha. A essa altura, vocês devem imaginar que eu já estou super hiper molhada!
Eis que, como pra me provocar, ele apenas dá um selinho na minha bocetinha louca de desejo! Olha pra mim e sorri. Eu, que estava até então caladinha, me manifesto:
- Não! Só assim não. Eu quero mais!

Com essas palavras mágicas, ele todo maroto desliza sua língua em mim. Estremeço de tanto tesão! PQP!!! Olha que eu já tive o prazer (e o desprazer também!) de sentir várias linguinhas em minha boceta, mas o sexo oral do Edu é DIVINO! Só de lembrar, fico toda toda... rs ;)

Ele abre bem, e começa a sessão: sobe, desce, mordisca, faz mais forte! Eu lá quase gozando. Mas ele, como num passe de mágica percebe retorna ao estado mais lento (e não menos gostoso...).

Me explora toda com sua língua, nesse joguinho maravilhoso numa tarde gostosa. E a Molyzinha aqui louca... Percebo seu pau duro enquanto ele se masturba um pouco, sem deixar, lógico, o santo ofício. Peço pra retribuir, claro.  Ele faz que não com o indicador: está mesmo disposto a me ver pirar...
- Me come, amor! Deixa agora eu sentir você entrar todinho...
Ele aumenta a pressão, me chupa com muita vontade e, ao perceber que eu estou  quase gozando, mete seus dedos dentro de mim!

Ai que gozo M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!!!!

Não posso mais descrever o indescritível!
Ele levanta, beija minha boca e com um "eu te amo, safadinha", diz:
- Mais tarde tem o 2º round!

E cá estou eu: ansiosaaaaaaaaa! rsrsrs ;)

Besos, besos.

6 comentários:

  1. Eeeeeba! Teve o 2º round! Cenas para os próximos capítulos! rs ;)

    ResponderExcluir
  2. Mas pode ter certeza de que estaremos sempre presentes! Uma narrativa deliciosa, daquelas que desperta o tesão e deixa um gostinho de "eu quero"! Amei ler!
    Beijos pra vcs, queridos!!!

    ResponderExcluir
  3. Hum... adoramos o relato:
    Bem quente!

    Bjs nossos

    Lia e André

    ResponderExcluir
  4. Me gusta mucho tu blog
    Las fotos son muy excitantes
    Besos

    ResponderExcluir
  5. Hummm, que delícia...
    Estaremos no aguardo.
    rs rs rs
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Nós vamos hoje à noite...temos um encontrinho marcado rsrsrs
    Beijos e espero que a noite de vcs seja deliciosa!!!

    ResponderExcluir